Comportar-se como um animal ao volante é tão português como o fado e o chibanço. Ter ministros a 200 km/h na A1 sem pagar multa, comprar um Audi em 2ª mão, meter um aileron Matias na oficina do bairro e testar o bólide na ponte Vasco da Gama é português. E dizer mal dos outros também. E viva o blogue :)



sexta-feira, 2 de novembro de 2007

Ui ui, agora vamos ser avaliados com autocolantezinhos!!





Esta semana foi infelizmente uma das mais negras em Portugal: ontem houve um verdadeiro caos na A29, com cinco acidentes registados em cerca de um quilómetro, com mais de uma dezena de viaturas e saldando-se em quatro feridos ligeiros. Foram precisos nove horas para desobstruir a via... mas não é bem isso que quero falar, é muito fácil bater no ceguinho...

Já hoje, parece que uma condutora distraída acabou de atropelar três pessoas que atravessavam numa passadeira, no Terreiro do Paço em Lisboa... mais dois mortos para a contabilidade deste ano. O que não admira nada, pois o número de mortos nas estradas portuguesas aumentou em 2007, o que não acontecia desde 2002! E, com estes novos acidentes, e a época do Natal que ainda não chegou, é claro que estes números vão ser ainda mais vergonhosos... Mas não é sobre isso que vou falar, não é novidade para ninguém...

Agora, meus amigos, foi desta: o ministro da Administração Interna largou o bolinho e o chá da manhã, deu um murrinho na mesa e disse "Basta! Vou pedir a uma empresa de marketing que faça alguma coisa por mim"... ao que parece, o MAI encomendou um estudo para começar a obrigar os condutores a usar autocolantes no vidro do carro, de acordo com o número de acidentes que teve nos últimos anos! Sim sim, os sortudos que não tiveram acidentes nos últimos anos (provavelmente, porque têm sorte em não precisar de circular nas perigosíssimas estradas nacionais portuguesas) levam com um rótulo verde; já aqueles que já tiveram umas berlaitadas nos últimos anos levam com um bicho amarelinho, e os verdadeiros terroristas do asfalto levam com um à lá Benfica (não, não é rosinha... oops não caiu bem a metáfora, queria dizer: levam um tóclante vermelho)!


Cheira a esturro... porquê? Primeiro, os mentores da iniciativa é... uma empresa de marketing, Peres and Partners. Segundo a página deles, «O nosso objectivo é fornecer, com sucesso, programas de intervenção de marketing às empresas dos mais variados sectores.». Ou seja, tem tanta lógica como contratar a Sicasal, pois devem perceber tanto de sinistralidade rodoviária como eu de bordados em ponto cruz.

Em segundo, o que é que o autocolante avisa? Ora bem, vou eu todo contente atravessar na passadeira, mas os carros que estão no vermelho têm todos autocolantes côr de sangue!! O que é que eu faço, meu Deus? Atravesso na mesma?! Arrisco? Eles são predadores do asfalto, e só uma frágil luz vermelha se interpõe entre eles e eu! É melhor esperar por uma fornada de verdinhos... se calhar, ainda me sento à espera. Já que estamos numa de humilhação de condutores, porque não obrigar os vermelhinhos a andar com um pirilampo permanente, com um placar no capô (devidamente elaborado pela Peres and Partners, com publicidade e tudo) a dizer: "Cuidado: assassino ao volante", e uma sirene a lembrar as matracas que os leprosos usavam para avisar que iam a andar pelas ruas?! Era apedrejar esses moços nos semáforos!

Na notícia diz que, «para atribuir o nível de confiança a cada automobilista serão analisados diversos parâmetros, tal como o tempo de carta de condução, o número de sinistros rodoviários culposos, o tipo de sinistros e o número de sinistros ocorridos em determinado período.». Eu acho que estes génios do MAI esqueceram-se foi de outros parâmetros importantíssimos, por exemplo: eu nunca tive um acidente, mas eu adoro jogar Grand Theft Auto! Acho que é bem provável que eu, depois de uma jogatana, faça o mesmo dentro do meu carro!! Outra: eu gosto de ouvir Metallica. Já gritei "Die, Die motherfucker Die" até à exaustão, quando abriram a rasgar no Super Bock Super Rock! Será que sou um potencial assassino ao volante? Por último, eu tenho um blogue com postas a criticar o MAI! Já era o suficiente para ter o telemóvel sob escuta, e ter um autocolante negro, e não vermelho!

Realmente, não se percebe como é que estes fulanos não percebem que nós não precisamos de humilhações públicas nem de merdices dessas! Precisamos de ser bombardeados com campanhas de sensibilização para mudarmos o comportamento ao volante! Precisamos de estradas decentes, de polícias que estejam à vista nos pontos críticos, e não escondidos com radares! Lá fora, nos países civilizados, é sagradinho: há campanhas publicitárias em todo o lado para diminuir a sinistralidade rodoviária. E cá? Ouvi falar que a RTP fez uma mini-série, mas eu cá não consegui ver nenhum episódio. Fui só eu, ou passou mais despercebido que o Hora H?

Edit da Tarde: Afinal, não é o ministro da Administração Interna o autor desta mirabollante ideia: por enquanto, é uma proposta da Peres and Partners... mas já que a imagem ficou porreirita, aqui vao... pode ser que sirva para daqui a uns meses.


11 comentários:

Flávio disse...

Quando ouvi esta "bomba" na rádio comecei a rir que nem um doido que quase que me despistava (ou não).
Qual é a utilidade desta palhaçada? Mais um dístico XPTO de dimensões absurdas para embelezar a viatura? A malta do Xuning é que vai ficar feliz com mais uma abébia para a "personalização"!
Já estou a ver, um "road killer" a chegar ao pé de uma velha estendida no chão (acabadinha de atropelar por ele) e a dizer: "Não viste o dístico? Porque é que foste passar na passadeira com o sinal verde para ti? Eu tenho o dístico, pá!"

Zylmhuin VII disse...

Mais uma ao nível que já estamos habituados...

"Ora portantos, o que é que podemos fazer?"
"Podíamos utilizar o sitema de cartas por pontos!"
"Tás parvo, vamos mas é colar bolinhas coloridas nos vidros..."

Anónimo disse...

ah ah, este é um daqueles casos em que a intenção até era boa (pressão social para os condutores que causam muitos acidentes) mas a ideia acaba por ser uma estupidez... no entanto não concordo com a necessidade de mais camapanhas de sensibilização, acho que já houve muitas e não surtiram efeito nenhum, não é com campanhas que isto lá vai. acho que a ideia dos pontos é que é boa, isso tava para ser implementado cá, não estava? o que é que aconteceu?

Vigoras disse...

A do Tóclante rosa, até era boa ideia... servia para aqueles com acidentes (tipo vermelho), mas sem mortos.

Nuno Pais disse...

Eu que depois do último post sobre a possibilidade de colocação de separadores de faixas na 2ª Circular, pensava que já pouca coisa me poderia espantar!
Enganei-me!

Então e os motociclistas, colocam o dístico no capacete, é?

Bem, já todo o belo português é melhor que o outro porque já deu mais 10km/h que o outro, agora tem também mais um dístico para encher o seu orgulho.

No meio do trânsito, já temos nova arma de arremesso entre enlatados, "Pensa que eu sou como você, eu tenho dístico verde não sou um zero à esquerda"

"Olha para o meu dístico, vermelhinho à Benfica, encosta, encosta, se bati nos outros deves pensar que tenho medo de bater em ti"

Pelo menos o discurso no meio do trânsito fica mais alargado!

Anónimo disse...

mais um 'tocolante para juntar akeles horriveis amarelos com um carro a bater num peão...vai ser bonito o pessoal com um desses amarelos dum lado e um vermelho do outro...fica uma cena tipo...."atravessa a estrada e vais voado como o do autocolante".

agora a sério, não lhes ocorreu que há mais do que uma pessoa a conduzir o mesmo carro??? Vamos imaginar a cena...um desgraçado teve o azar de ter dois acidentes nos ultimos três anos...tipo umas batidas por trás (em que logicamente foi o culpado) mas nada de grave...só chapa para o seguro pagar...então a esposa que não teve nenhum acidente vai ter que gramar com o tocolante vermelho sem ter nada????

esse pessoal que tenha é juizo e em vez de andar a gastar o dinheiro dos nossos impostos em estudos que faça realmente algo pelas estradas portuguesas...

Jota disse...

...só há umas coisas no meio desta completa e absurda palhaçada que tenho duvidas:
-E os tons de verde, amarelo e vermelho são iguais para homens e mulheres...? Se calhar não pensaram nisso...
-E os carros de aluguer?,
- E como no caso de muitos casais em que ambos conduzem?
Pois é atiram cá para fora bitates, parvoices, disparates, gastam rios de dinheiro a encomendar estudos a quem pouco ou nada entende do assunto..., e nós é que pagamos!!!
Já agora, perdoem-me os profissionais do riso (os palhaços) mas apelidar a classe Governamental e politica de burros estava tambem a ofender os pobres animais... já para não lhes chamar FILHOS DA P*&%$, pois que aí estaria a ofender grandemente as senhoras e meninas que trabalham numa das mais velhas profissões do mundo!

Coiso disse...

Também vem em azul?
Senão quero um vermelho. Assim posso ignorar uma data de regras de trânsito e matar logo as velhas todas na passadeira que valem mais pontos. Pode ser que faça um Granny Combo.

andre modesto disse...

faz-me lembrar a do autocolante "ovo estrelado" para pessoal com menos de 3 anos d carta...

Horta das Vespas disse...

"You have got to be shitting me!!!", pensei eu quando me contaram. Mas não, se está no P@V é porque é real. Ou surreal.

Ana Monteiro disse...

Eu vi alguns episódios do programa da RTP, passava em horário nobre e tudo! não, estou a gozar! Dava ao Domingo de manhã...

e várias vezes pensei: mas porque raio esta porra não passa a horas decentes?! o programa estava jeitoso!

em relação aos tós: acho a palete de cores muito reduzida... é mais uma ideia da treta, pá!


who's online
eXTReMe Tracker
THE BOBs
Humor blogs
Top Blogs
BloGalaxia
Coches ES

MyFavatar