Comportar-se como um animal ao volante é tão português como o fado e o chibanço. Ter ministros a 200 km/h na A1 sem pagar multa, comprar um Audi em 2ª mão, meter um aileron Matias na oficina do bairro e testar o bólide na ponte Vasco da Gama é português. E dizer mal dos outros também. E viva o blogue :)



terça-feira, 20 de novembro de 2007

Um lugarzinho à sombra, em Lisboa...



E protegido da chuva... ora digam lá se não é esperto o bacano!


O nosso colega Zé Dias da Silva deixou-me aqui num comentário um link para o blogue do CidadaniaLX, onde se pode apreciar esta verdadeira arte de precisão no estacionamento na Praça de Londres, em Lisboa. Este não é claramente um daqueles estacionamentos que se ensinam nas escolas de condução portuguesas; este instinto é inato e 100% lusitano, meus senhores! Onde o comum dos mortais vê uma simples roulotte de recolha de sangue, este condutor viu um lugar abrigado do Sol e das intempéries para deixar o seu bólide e seguir à sua vida.

É claro que tal obra de arte também requer uma grande falta de amor ao carro, pois o estratagema pode correr muito mal e ficar entalado. Mas acredito que foi um risco bem calculado, pois é uma roulotte para recolher sangue, não para a prática de sexo desenfreado, como tal, aquilo não anda aos saltos.

Já agora, ocorre-me uma ideia ainda mais radical: quem tera chegado primeiro: o 106, ou o reboque?! Seja como fôr, é a primeira vez que vejo uma utilidade prática ao típico rebaixamento da suspensão, num carro citadino. Às vezes ponho-me a pensar que estes fulanos do tuning, por vezes, são apenas uns visionários mal compreendidos, e que estão bem à nossa frente em termos de sobrevivência urbana. Mas isso depois de uns segundos, passa.

Quem é que metia lá o carro, hã? Digam lá, metam o braço no ar. Ah, grandes malucos!

6 comentários:

Jota disse...

Na altura em que o Zé Dias da Silva mencionou o site, dei uma vista de olhos lá. Agradaram-me a maior parte dos assuntos debatidos e neste em particular achei perfeitamente ridiculo o estacionamento do referido Peugeot 106 (modelo gosto muito e classifico-o como um carro para ser conduzido por mãos experientes. Tão pouco há que já se vai tornando raridade!). Ora bem, pena é que no referido Site um tal (que classifico como PARVO) Filipe Melo de Sousa tenha "avacalhado" o assunto. por isso, aqui fica a nota de referencia para o "dito cujo". Já no que diz resepito o estacionamento, ...é à Tuga! Mais palavras para quê?

caditonuno disse...

olha, ontem vi um pug 206 estacionado com 3 rodas em cima de um passeio e uma fora. até estive pra dar a volta e tirar foto... mas ao lado deste o que eu vi nao vale nada!

NHEKNHEK disse...

É um 106 rally... o tipo vinha a fazer uma prova a contar para o mundial de rally deve-se ter despistado e foi parar ali... olha a sorte do tipo se tivesse perdido sangue no embate... era so bombear-lhe pá veia na hora!!É mais um que estaciona como um cepo!:P

Danny disse...

Como sou estudante no IST, já passei por lá a caminho do Areeiro e posso garantir que nem dois dedos é a distância entre o capô do carro e o dito reboque. Alias, este carro não é o único que já esteve neste sitio (de referir que este reboque já está á quase 1mês naquele sitio), mas o outro condutor é bem mais cauteloso.:p
Uma pergunta que fica é: "E se o Instituto Português do Sangue desejar tirar lá o reboque?" Pelos vistos é mesmo uma atitude Tuga pois não pensa nesse caso!!!:p

André Modesto disse...

Penso que o carro não está rebaixado

dYn@ disse...

É tuga e está tudo dito...!!!


who's online
eXTReMe Tracker
THE BOBs
Humor blogs
Top Blogs
BloGalaxia
Coches ES

MyFavatar