Comportar-se como um animal ao volante é tão português como o fado e o chibanço. Ter ministros a 200 km/h na A1 sem pagar multa, comprar um Audi em 2ª mão, meter um aileron Matias na oficina do bairro e testar o bólide na ponte Vasco da Gama é português. E dizer mal dos outros também. E viva o blogue :)



sábado, 10 de maio de 2008

Comigo, a família vai no atrelado em cima do moliço!



"Ouve lá, vem do moliço, ou foste tu que te largaste?"


Depois do estrondoso "Comigo, as tralhas espalham-se pela rua", seguido do êxito inebriante de "Comigo, os putos nem banco tem!", que sucede o êxito de Os velhos vão sempre atrás, que prosseguiu o "Já comigo, os adultos vão sempre atrás" e que por sua vez continuou a senda do original "Comigo, as crianças vão sempre no banco de trás", só me resta dizer: Porra, que a este ritmo nunca mais acabo a introdução deste tipo de postas! Assim sendo, criei uma etiqueta 'séries "Comigo"', para poder filtrar melhor esta especialização muito peculiar da estupidez ao volante: o acondicionamento parvo de pessoas e de bens no carro.

Há pouco para dizer, e muito para ficar pasmado. E temos de agradecer ao nosso colega José Tavares Almeida, que fez o grande sacrifício de andar a passear por Furadouro com uma máquina fotográfica à mão. Até o título vai tal e qual como ele sugeriu, e isso garanto-vos que o P@V deve ser até o momento o único site que possui uma página com o título contendo as palavras "moliço", "família" e "atrelado". Ora digam lá se não é um grande orgulho visitarem uma página única em biliões. Vocês estão numa esplanada com os amigos e tal, e nada desbloqueia melhor a conversa do que um 'eh pá, noutro dia vi uma página com "moliço" no título'... de nada pá, sempre às ordens.

E eu garanto que não ficarei por aqui! Em Portugal e com agentes ao volante como o José, não tardará muito e terei páginas do tipo "Comigo, a sogra vai num skate atado com uma corda à bola do reboque", ou "Comigo, o frigorífico cabe num Citroen AX mais um carrinho de mão preso", ou "Comigo, o gato vai atado no capô e pintado a cinzento, para dizer que tenho um Jaguar". A imaginação do português é linda, só nos resta andarmos atentos.

Bem, pelo que vejo, a única segurança que aqueles dois amantes de desportos radicais em cima do moliço é efectivamente o facto de aquilo não passar dos 40km/h. Bolas, mais uma prevaricação que os radares não apanham! Mas aquilo nas curvas deve ser cá cada descarga de adrenalina brutal, porque não há nada para agarrar a não ser um ao outro (e vejam como a velha até enterra as unhas na carne do outro...) Ora confessem, quem de vós é que gostaria de fazer uma viagem assim? Ah é? Ui ui, tou a ver que a velhota tem mais tomates do que você, caro leitor! Cá para mim, depois de descarregar o moliço os gajos ainda vão fazer touradas aos comboios que vão para Cacia e vão passear nas zonas de caça nas gafanhas, com máscaras de patos coladas na testa. Quero-vos ver a fazer isso!

Eu? Ah, eu tenho tomates para fazer aquilo. Só que eu tenho uma relação difícil com o moliço, não nos damos muito bem. E a palha, e o feno, etc. Ou seja, se não fosse isso, até fazia claro. E escrevia uma tese de mestrado sobre "As lesões psicológicas provocadas por desportos radicais praticados em cima de moliço". Ia ter uma nota bem jeitosinha na Faculdade de Psicologia...

Tinha que mandar a tacada ao mais recente troll deste blogue. É mais forte do que eu, desculpem a quem não percebeu. É que eu sei que ele vai ler...

18 comentários:

Zé Dias da Silva disse...

Recomendo este site:
http://www.molestedcars.com

Helder Manuel disse...

Ó espertinho aquilo não é moliço, é caruma. A diferença é que o moliço é(era antes de destruírem a ria para fazer uma marina) recolhido na ria e a caruma é recolhida no pinhal. Parecendo que não, tem as suas diferenças. Eu sei que a vontade de criar um titulo com moliço é grande, mas corrige lá o titulo e põe caruma ou mato, que é o correto.

Português ao volante disse...

Ó hélder, mas que maneiras de falar. Se és assim com todas as pessoas que corriges, não deves ter muita sortinha nas relações entre pessoas. Se não fosse o "espertinho", até mudava. Agora, tiraste-me a vontade toda de mudar. Fica aqui a correcção.

ARNOLD LAYNE disse...

Até curto o nome "caruma"!!!
A mim parece me estrume, mas tanto me faz se é moliço ou caruma ou mesmo estrume, mas estrume tornava a coisa ainda mais cómica!
Sugestão: Uma votação entre a caruma o moliço e o estrume!
Eu ca voto no estrume!
Estrume forever!

Jota disse...

Boas tardes
...sem querer ofender ninguém, acho que realmente o mais importante nesta posta é o conteudo da carga, não as pessoas que vão em cima dela!
Essas não, claro! Levam o cinto de segurança...!

Realmente, e depois dos hábitos Tugas que vão sendo apresentados aqui no blogue, pouco ou nada mais há a acresentar!

Anónimo disse...

Ó Helder, não corrijas o grande mestre Português ao volante, que ele fica ofendido!!! Faz-lhe mossa no ego!
P@V, Devias mudar o nick para "Narciso ao volante"...

ARNOLD LAYNE disse...

O problema não está na correção mas sim no modo como se dirige ás pessoas.
"Ó espertinho..."

Na minha terra diz-se que espertos são os cães!

Anónimo disse...

Arnold, neste caso acho q ele se referia a "espertinho" como forma de o chamar "chico-esperto"... mas se achas q lhe estava a chamar cão...é lá ctg, deves ter os teus motivos.

António disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Torre disse...

Pânico instalado de novo!

... E toda a gente se esquece da unha da velha cravadinha no dorso do pobre agricultor/moliceiro/"psicólogo"/moço de recados que a acompanha... (mais uma vez, o valor literário das aspas a entrar, não esquecer, que tenho grande estima pelos psicólogos, e alguns até os tenho como amigos!)

O problema aqui presente é que a internet continua a ser um lugar anónimo, "na internet ninguém sabe que tu és um cão", como já se falava nos primórdios da coisa... E por isso, podemos descarregar o que bem quisermos.

Eu até já propus um jantar da malta que anda aqui no P@V, mas agora, com os azedumes que têm surgido, isto deixa de ser um espaço de franco diálogo para se tornar numa peregrinação, uma diáspora de fluidos viscerais coberta pelo dom do anonimato... Instrução (de acordo com o alegado, atente-se novamente!) não é cultura; não é educação.

Alea Jacta Est, P@V, com carinho, de um fã!

andre modesto disse...

Oh, Era só o que faltava era um mano a mandar a sua dica...sempre com falta de humildade.
Sr. Helder Manuel, poderia ter ficado mais bem visto se tivesse simplesmente corrigido, sem os extras.

Anónimo disse...

Fico contente por ver uma imagem alusiva à região onde habito! Pela imagem não dá para perceber se é moliço ou mato (para fazer "a cama" ao gado). Estrume não é, porque com uma carga daquelas a motocultivadora nem se mexia. Mais parecem ser touregas (é uma especie de mato mais arborizado). Se me permite a correcção ao nome da terra de CACIA. Bem haja e continuem... a ver se consigo trazer uma imagem de uma sachs V5 muito limpa e seca...
João Pires - Estarreja

Jedi Master Atomic disse...

O problema dos anónimos resolvia-se facilmente, não permitindo comentários anónimos. Há uma opção no blogger sobre isso.

Anyway, isto animou muito mais, desde que o anónimo/a começou a comentar.

Para o anónimo/a psicólogo/a,

Se fores uma "a" és muito pouco feminina porque as mulheres não costumam mandar tantas asneiradas

Português ao volante disse...

malta,

1) Barrar anónimos iria também barrar a entrada a pessoas que não estão muito dentro dos blogues e que querem mandar uma posta ou outra. Por causa de um parvo não vou penalizar dez curiosos.

2) Jantarada? Quando formos mais que as mães :) Combina-se prái num sítio a meio de Portugal, para não haver favorecimentos a ninguém, mas quando isso passar as 200.000 visitas e mais alguns viciados!

3) CACIA. Já está actualizado. É o que dá viver perto de Caxias. E eu bem que conheço essa zona de Cacia. Está corrigido.

Paulo disse...

Oh... *fung* *fung* ... quem é que *fung* não conhece *fung* Cacia ? :-D

(Para ler de espírito bem humorado sff. Eu até tenho uma irmã que nasceu na Vista Alegre :) )

"V"

Português ao volante disse...

fung fung? Eu é mais snif snif... ;)

Helder Manuel disse...

Ui!! O que para aqui anda.
O "espertinho" foi só por causa da calinada chico-esperta de criticar tudo e tos a todo o custo lá do alto da montanha que eu sou o maior, dono da verdade absoluta. Longe de mim estar a chamar cão a alguém, com o "espertinho", não foi com esse sentido que foi usado ok.

Esclarecidos ó espertinhos, casota que ninguém vos puxou a trela:P

Helder Manuel disse...

Estive a ler a posta, já foi actualizada.
Sim senhora. Troll é quem te fez os olhos, tenho que lhe dar os parabéns por ter feito um calhau com dois olhos. Não sei distinguir moliço de mato, enganei-me e o gajo chamou-me a atenção; vou enxovalha-lo porque sou o maior e tenho um blogue(uau!). Um pouco de humildade não é coisa que reine por aí.


who's online
eXTReMe Tracker
THE BOBs
Humor blogs
Top Blogs
BloGalaxia
Coches ES

MyFavatar