Comportar-se como um animal ao volante é tão português como o fado e o chibanço. Ter ministros a 200 km/h na A1 sem pagar multa, comprar um Audi em 2ª mão, meter um aileron Matias na oficina do bairro e testar o bólide na ponte Vasco da Gama é português. E dizer mal dos outros também. E viva o blogue :)



quarta-feira, 26 de março de 2008

Comigo, as tralhas espalham-se pela rua...





Não sei se repararam, mas ultimamente parece que quanto mais restritivas são as regras do Código da Estrada, mais vontade dá em transgredi-las. Só assim é que se percebe como ainda vejo paletes de pessoas que se recusam a usar os respectivos coletes reflectores quando saem dos carros.

Quanto ao transporte de objectos, o cenário é ainda mais pitoresco. Imagens como a que mostro aqui (peço desculpa a quem me enviou, mas eu de momento não sei quem foi, por favor que reclame para eu dar o devido crédito) são sistemáticas dentro do universo de portugueses que optaram por pick-ups.

A cereja no topo deste bolo é precisamente aquela cadeira com as pernas viradas para cima, mesmo no topo da tralha toda, a gritar por um ramo de árvore mais baixo que a projecte para o pára-brisas do pobre diabo que se encontrar atrás. É que já temos o respectivo vídeo a ser imaginado nas nossas cabeças, não é? Pois é, mas na cabeça do condutor desta pick-up, só se deve ouvir é eco. Uma justiça poética para ele, seria encontrar um camião de mudanças com a porta aberta, e levar com um sofá de canto mesmo no capô, com naperons e tudo.

"Ah e tal, ó chefe, eu ando aqui a trabalhar e tal... já sabemos a lenga-lenga de cor e salteado. Sim, de certeza que a malta na Suécia ou na Dinamarca também anda com as cargas a descoberto, porque são coitados que trabalham. Eu próprio estou a pensar em meter uma máquina de lavar a louça no porta-bagagens do meu carro, sem nada a prendê-la, só porque também sou um daqueles que não vive de subsídios de desemprego. É que tem tudo a ver, não é?

4 comentários:

Jota disse...

Boas tardes.
Quem enviou a foto fui eu. E não, não quero créditos!
Esta, tal como muitas outras fazem parte da minha pequena colecção de fotografias estranhas ligadas ao mundo automóvel...
Quanto ao conteudo da foto. pois é! Pouco passava das 17:00 e eis que passa por mim este "fangio". Mais à frente, já no IC2 (onde a velocidade máxima são 80km/h - que ninguém respeita...) passou por mim ...ia eu a 110Km/h!!!
Eu confesso que ia em excesso de velocidade, ...mas não levava a casa às costas, e muito menos amarrada com fios de ar!!!
Infelizmente é o civismo que há cá pelo burgo!!!

Miguel disse...

eheheh ainda hoje de manhã a vir para o trabalho vi uma coisa parecida mas a meu ver mais aberrante ainda lol... uma carrinha género essa de caixa aberta mas em vez de moveis levava um barco semi-rígido de para ai 3 metros em cima... só tive pena de não ter uma máquina comigo pois ficava mesmo bem para ilustrar melhor este post eheheh.

abraço

Paulo disse...

Eu achava uma granda seca quando elementos da BT aconselhavam as pessoas a acondicionar bem as cargas, e mudei de opinião.
De facto há por aí gente que segura as cargas que transportam, normalmente as carrinhas com caixa aberta, com autênticas guitas de cordel. Podem achar exagero mas eu ainda hoje de manhã vi na CREL uma PickUp nesta situação.

johnyee disse...

Estou a trabalhar nos açores e aqui estas situações são o prato do dia. Mas o melhor é quando resolvem transportar vacas e bezerros da mesma maneira...


who's online
eXTReMe Tracker
THE BOBs
Humor blogs
Top Blogs
BloGalaxia
Coches ES

MyFavatar