Comportar-se como um animal ao volante é tão português como o fado e o chibanço. Ter ministros a 200 km/h na A1 sem pagar multa, comprar um Audi em 2ª mão, meter um aileron Matias na oficina do bairro e testar o bólide na ponte Vasco da Gama é português. E dizer mal dos outros também. E viva o blogue :)



quinta-feira, 22 de maio de 2008

Cada um tem as suas prioridades...





Aproveitei e fui à terrinha testes dois dias para um baptizado. Mais de 600 km por estradas e auto-estradas portuguesas tinham de dar matéria para este blogue, claro está. Mas já agora aproveito para elogiar a A17, que me parece uma auto-estrada minimanente decente e segura. Ao menos, não anda sempre a passar de 3 para 2 faixas, de 2 para 3 faixas, etc, de 2 em 2 km como acontece na A1. Ah e já agora, senhores da Brisa, metam a indicação de "PORTAGEM MANUAL" também em inglês, pois a estrangeirada não é obrigada a saber que precisam de se desviar pela direita para pagar a portagem normal, e que se forem em frente apanham com a Via Verde e com os advogados da Brisa em cima. Ou se calhar, é isso que querem...

Mas o meu eleito é esta carrinha, que apanhei na A25. Ah e já agora, esta fotografia foi tirada pela minha cara-metade. É bom saber que todos nós temos as nossas prioridades. A deste fulano, claramente, prefere mostrar a bandeira da Venezuela em vez de ter visibilidade para trás! À velocidade que ia e na faixa que era, notava-se claramente que não precisava de olhar para trás, e os retrovisores devem ser meros adereços. Mas não havia mesmo necessidade de usar uma bandeira/lençol para tapar o vidro traseiro, como se fosse alguma coisa de monumental ser venezuelano e andar com uma H1 numa estrada portuguesa...

Por enquanto, a única coisa que invejo da Venezuela é o preço da gasolina. Será que é esse o orgulho implícito nesta estranha escolha de prioridades para usar o vidro traseiro? É que se é assim, não sei realmente o que raio é que o moço está a fazer em Portugal. Mas como estava na A25, espero bem que esteja a fugir rapidamente para Espanha. Sim, porque aqui não estamos a precisar de malta que acha que os retrovisores não acessórios inúteis.

8 comentários:

andre M disse...

"Ah e já agora, senhores da Brisa, metam a indicação de "PORTAGEM MANUAL" também em inglês, pois a estrangeirada não é obrigada a saber que"
Mas nós somos obrigados a traduzir nos países deles...
Enfim, de qualquer forma sou a favor da adopção de uma linguagem universal, como o inglês, para não haverem estes problemas, toda a gente se entendia, e quando um gajo fosse procurar legendas pra filmes, não tinha que levar com as em português brasileiro...blah, horriveis.

ricardoubi disse...

peço desculpa mas quando refere "Ao menos, não anda sempre a passar de 3 para 2 faixas, de 2 para 3 faixas, etc, de 2 em 2 km como acontece na A1. " esta enganado a esse respeito, so se passa de 2 para 3 faixas quando se tem uma inclinação que dificulte o trafego para os pesados , logo abre-se mais uma faixa para essa situacao, tanto em subidas acentuadas como em descidas . So estou a referir isso porque no meu curso de eng civil temos de dimensionar diversas vias de comunicacao ;)

Português ao volante disse...

ricardoubi, é verdade o que diz, mas esssa constante mutação de faixas da A1 desencoraja o português a procurar a faixa da direita, pois sujeita-se sempre a sustos na altura de mudar de faixa quando esta acaba. Para mim, é uma das GRANDES causadoras desta síndroma de "condutores da faixa do meio", por estarem sempre desconfiados da faixa da direita. E com razão, pois na A17 e A8 nota-se que é bem mais confortável circular pela direita.

As faixas que deviam ser temporárias deviam ser as da esquerda!! Fazia-se como nos EUA, onde há uma faixa da emergência junto ao eixo da via, e seria a faixa da esquerda que andava a ser cortada, e não a da direita.

ricardoubi disse...

as normas de traçado sao identicas as dos eua , temos na realidade essa via da esquerda em alguns casos, como por exemplo na 25 de abril para em caso de grande afluência de trafego abrir mas essa tendencia de conduzir na faixa do meio tem de acabar, tb concordo mas ja existem condutores penalizados com multas pesadas na A1 que de certeza n iram fazer mais.

Português ao volante disse...

De acordo, mas volto a bater na mesma tecla: para mim, sinto-me bem mais seguro e com mais vontade de usar a faixa da direita na A17 do que na A1. O condutor é o mesmo, a estrada é que é diferente.

A experiência é simples de fazer: que quiser fazer 50km na A1 sempre na faixa mais à direita, garanto-lhe que apacha um ou dois sustos na hora de voltar para a faixa à esquerda porque a sua acabou. Até conheço uma que acaba logo numa curva à direita, o que leva sempre o coitado do cumpridor a fazer uma bela guinada...

Anónimo disse...

Epá, esta foto foi tirada antes da saída pra Angeja. E o cheirinho a Cacia hein hein?? Esta foto se em vez da Venezuela fosse da Colômbia e se vista pela Brigada de Fiscal, podia dar origem a suspeitas estupefacientes :)) Just Kidding!

Anónimo disse...

Não vejo grande problema na bandeira. Pode ser estupido, mas não vejo problema em termo de segurança. Em muitos comerciais como esse H1 existe uma divisória entre a caixa de carga e a zona condutor, utilizando-se os espelhos retrovisores laterais para as manobras.

danitri.® disse...

Sr. “Português ao Volante”, acho este seu comentário, quanto a esta carrinha, um pouco, não vou dizer estúpido, porque pode parecer mal, mas é um comentário, de uma pessoa que pensa que é o senhor da verdade, que sabe tudo, mas que afinal é uma pessoa que chega a um ponto, de não ter mais nada para escrever neste Blog, então escreve qualquer coisa, nem que seja baboseiras.
Sr. “Português ao Volante”, eu sou uma pessoa que de vez em quando visito o seu Blog, porque o Senhor até que escreve algumas verdades, e até que coloca aqui situações caricatas sobre os “Portugueses ao Volante”, falo dos xunings, e de outras barbaridades que por ai se vêem nas nossas estradas. Mas, ás vezes o senhor, por pensar que tem sempre o poder da verdade, que você é que sabe, que você é que tem razão, etc... ás vezes escreve aqui coisas desnecessárias, completamente injustas.
Por exemplo, falo no caso desta carinha, que você tanta critica, goza, e humilha o seu proprietário, por ele ter uma simples bandeira, a tapar o vidro traseiro. Sabe que existem carinhas iguais a esta com a porta traseira sem vidro? Sabe que o que mais por ai há, são carinhas comerciais, com a porta traseira completamente tapada? E como é que esses Senhores, e até que posso falar por mim, porque conduzo uma carinha mais ou menos igual á que aparece na imagem, pergunto, como é que eu então eu, faço para conduzir um carro assim, se o próprio já vem com a parte de trás completamente tapada? Diga-me, para que servem os espelhos exteriores?
È assim, um carro usual, como deve ser o seu, não deve ter o vidro traseiro de trás tapado, é diferente, é um carro de transporte de pessoas. Agora, uma carinha como a que aparece na imagem, é uma carinha comercial, de transporte de mercadorias, aliás, a imagem nem mostra bem, por isso, não o sei com certeza, a carinha até pode ser mista, de transporte de mercadorias, e pessoas. Mas existem carinhas como esta, que são completamente fechadas na traseira, e os condutores conseguem conduzi-las muito bem, e se calhar o Senhor até que já viu muitas por essas estradas do nosso Portugal, mas, é como digo, você viu esta com uma bandeira da Venezuela, não tinha nada para escrever neste blog, pronto, vamos escrever sobre isto, vamos criticar aqui esta gente.
Acho mal o seu comportamento, nem eu, nem você, nem ninguém, somos os donos da verdade. Como já o disse, gosto de visitar este Blog, existem coisas que o Senhor escreve, que são verdade, que têm piada, mas ás vezes, você abusa um pouco. Acho que se o senhor tivesse um pouco mais de humildade, não lhe fazia mal nenhum.

Minha opinião, atrasada, a este seu Post, neste seu Blog.


who's online
eXTReMe Tracker
THE BOBs
Humor blogs
Top Blogs
BloGalaxia
Coches ES

MyFavatar