Comportar-se como um animal ao volante é tão português como o fado e o chibanço. Ter ministros a 200 km/h na A1 sem pagar multa, comprar um Audi em 2ª mão, meter um aileron Matias na oficina do bairro e testar o bólide na ponte Vasco da Gama é português. E dizer mal dos outros também. E viva o blogue :)



quarta-feira, 11 de julho de 2007

4 abufadeiras não é para qualquer um...






Agora que o meu telemóvel voltou finalmente do hospital, já estou pronto para fotografar as aberrações de 4 rodas que vejo por aí. Uma delas é este Mercedes, que está a gritar para ser ridicularizado. Infelizmente, esqueci-me de meter a definiçaõ da fotografia para 1024x768, mas não está de todo má.

Pelos vistos, e ao contrário do que o António Costa Santos diz no seu livro "Proibido" (que me parece muito bom, a ver se o compro), os carros com matrícula CU, sim senhora, não foram proibidos pelo Estado Novo; mas também não foram exclusivamente para os tais Fiat 131 Mirafiori da Polícia. A prova é este (infeliz) exemplar. Ah pois, que este blogue também é sobre cultura geral, e não é só postas fedorentas sem valor comercial. (Nota: ver comentários a esta posta para mais dicas sobre este assunto das matrículas.)

Bem, se bem que é verdade que há casos bem mais graves de xuninguificação tuga do que este Mercedes 200D W123 (penso eu de que), também há que admitir que pintar as letras do fabricante de pneus num carro familiar com genuínas pretensões a clássico, já indicia alguns distúrbios de personalidade. Sim, porque este carro tem tanto de desportivo como o Couceiro tem de treinador.

O verdadeiro destaque vai para as quatro abufadeiras de cano grosso que este Mercedes ostenta com orgulho, como quem diz "1 é pouco, 2 não chega, 4 já são suficientes para evacuar a fumarada que este Diesel gera". Fontes inseguras confidenciaram-me que o Al Gore passou por este blogue e teve um início de ataque cardíaco quando viu esta fotografia. Sim, parece-me que, em Portugal, a quantidade de canos e de respectiva fumarada que sai deles ainda está directamente correlacionada com o estatuto (ou ilusão de) do condutor.

Mas custa assim tanto comprar um desportivo em segunda mão? Coitado do W123, não merecia tal sorte.

6 comentários:

Torre disse...

Eu já vi este penic... maquinão aqui pelo Porto, as embaladeiras e pára-choques não enganam! Agora as letras pintadas nos pneus, ainda não tinha visto, que grande emoção! :D
Quanto a este veículo ter pretensões a clássico, eu não o nego; mas digo que quando tal dia chegar, vai ser um dia muito feio, se me faço entender...

Fire4me disse...

este carro esta lindo...

mas em relação ao teu texto acho que tens uma imprecisão.

é que as matriculas CU e FD foram efectivamente proibidas durante o estado novo.

verifica se a data de matricula desse carro não é dos anos 80, pois acho que foi só nessa altura que a DGV "libertou" essas letras para serem usadas nas matriculas

acs disse...

Olá, eu ia a dizer isso mesmo que o fire4me disse. Os Cus eram mesmo só para a polícia, antes de 1974; essa matrícula deve ser dos números recuperados nos anos 80, quando foram buscar "lá atrás" no alfabeto as não utilizadas e foram gastando, até passarem as letras para o final. Por exemplo, eu tive dois carros de matrícula II-... separados por quase 20 anos. Mas posso estar enganado. A referência ao CU na matrícula não vem no livro, exactamente porque não tinha a certeza e não ando cá para enganar leitores :-) Foi no programa do Alvim, onde posso dar impressões em tom de "parece-me que". A das letras FD, não sabia. Abraço. António Costa Santos PS-tens um blog de chorar a rir. qualquer dia mando-te umas fotos aqui de baixo.

Português ao volante disse...

acs, acho que a tua explicação tem lógica. Aliás, lembro-me bem como foi a sequência na altura... quando esgotou-se as letras 'permitidas', passou-se a esgotar a FD (e, depois como vim a saber, a CU).
Só depois é que se foi para as J (provavelmente por se confundir com o I) e depois o Q (por se confundir com o O). Ou seja, andou-se a procurar doas as sequências ainda não usadas.
Um abraço e benvindo aqui ao meu cantinho. Faço intenção de comprar o teu livro, que está com um tema bem apetitoso. A Livraria Bulhosa do OeirasParque não tinha :(

Português ao volante disse...

Ah, e claro, fire4me, obrigado pela posta sempre atenta. :)

Anónimo disse...

por acaso este ate nao esta muito mau..eu andava nele..ate esta mais ou menos


who's online
eXTReMe Tracker
THE BOBs
Humor blogs
Top Blogs
BloGalaxia
Coches ES

MyFavatar