Comportar-se como um animal ao volante é tão português como o fado e o chibanço. Ter ministros a 200 km/h na A1 sem pagar multa, comprar um Audi em 2ª mão, meter um aileron Matias na oficina do bairro e testar o bólide na ponte Vasco da Gama é português. E dizer mal dos outros também. E viva o blogue :)



sexta-feira, 2 de março de 2007

E o carro mais castigado de sempre é...



Um Honda Civic CRX versão spider.
Versão "Spider" porque...


...não vos faz lembrar uma aranha?

O Civic é uma marca histórica para a Honda, que não pára de fazer motores, motos e carros fenomenais. Foi com o Civic que a Honda singrou nos mercados americano e europeu, rompendo com a má reputação dos carros japoneses na altura, ao lado do Corolla da Toyota. Das inúmeras versões que o Civic teve, este Honda Civic CRX de 2ª geração é dos mais carismáticos, tendo vindo para o mercado português lá pelo início da década de 90, quanto estava a dar os meus primeiros passos na puberdade.

Eu já tive a felicidade de ver, ao vivo, um Honda S800, que pertence a um coleccionador na Póvoa do Varzim, e que me arranjou um Ford modelo A de 1928 para o meu casamento. Esse Honda tinha um motor de 791cc que debitava 70cv. O motor faz 8000rpm sem problemas, e já ouvi casos em que chegava às 11.000rpm sem danificar o motor. O carro é lindo, e um marco de como a Honda é diferente dos restantes construtores automóveis.

O Honda Civic CRX é lindo qb, e dava 15 a 0 em design a todos os construtores japoneses da altura. O seu motor B16A, na sua versão de 1.6VT de 157 cavalos, foi o segundo carro da Honda a recever o sistema VTEC, o que por sis só diz muito do carisma deste carro.

Agora, porque raio um carro fantástico e histórico como é o Honda Civic CRX tem de se arrastar hoje nas estradas portuguesas com alterações aberrantes e de péssimo gosto? Senti uma grande dor ao ver mais um exemplar (vá lá, não tinha um Aileron Matias versão estendal de roupa) com um conjunto de faróis que faz lembrar uma aranha. É impossível, nos dias de hoje, admirar um CRX na sua beleza inicial; todos eles são vítimas de designers-de-trazer-por-casa.

É como se os Jerónimos estivessem cobertos de grafittis -- não dá para melhorar o original. Muito menos com faróis lampeiros a 6,99 euros na Norauto. Este Honda merece melhor. Como tal, fica aqui a minha homenagem aos raríssimos exemplares de Honda Civic CRX 2ª geração ainda em stock, e aos seus donos.

3 comentários:

greeneyes_scp disse...

o meu ainda está em stock!

e n faço ideia d o alterar! quer dizer um AC, uma direcção assistida até calhava bem...

Cumps[()] e nm estraguem os carros!

X-Filer disse...

Nessa altura ainda não se chamavam de VTEC, eram os VTi... Motores fenomenais, pá!
Ah, é verdade:

XUNISTAS DROP DEAD!

João disse...

Bem sei que já lá vão 3 anos desde que foi mandada esta posta mas não posso deixar de comentar.

Existe por cá um grupo de pessoas amantes deste modelo. E posso dizer que tenho a sorte de conhecer alguns dos muito poucos que por aí andam tal e qual saíram do stand. (Só com uns quantos km a mais! lol)

É quase tão difícil ver um 2ª gera original quanto ver ao vivo um 1ª gera.

Cumps.


who's online
eXTReMe Tracker
THE BOBs
Humor blogs
Top Blogs
BloGalaxia
Coches ES

MyFavatar