Comportar-se como um animal ao volante é tão português como o fado e o chibanço. Ter ministros a 200 km/h na A1 sem pagar multa, comprar um Audi em 2ª mão, meter um aileron Matias na oficina do bairro e testar o bólide na ponte Vasco da Gama é português. E dizer mal dos outros também. E viva o blogue :)



quinta-feira, 29 de março de 2007

Como classificar esta posta... cheirosa?



Se vir um peixe no retrovisor, das duas uma, caro condutor:
ou esta Ford Transit está na sua cauda, ou você caiu no rio.


Apanhei hoje de manhã este fulano, e ainda está fresquinho (perceberam? fresquinho? eh eh...). Mas... como classificar esta genuína posta? Não, não estou a perguntar-lhe se o peixe em questão é um robalo ou se é um pargo (se bem que uma posta dessas com batatinhas cozidas marchava tão bem agora); a minha questão é: será que estamos perante uma posta de xuning?

Vamos a ver: se estivesse ali pintado um dragão ou coisa que o valha, era efectivamente mais um caso crónico de xuning tuga do piorio. Agora, com um peixe... estou relutante em considerar um xuning.

Esta camioneta estava estacionada perto de um edifício em construção, sem peixarias perto; como tal assumo que o dono deve estar mais relacionado com a construção civil, do que propriamente com as fainas. Provavelmente, deve ter comprado a carrinha já com o peixe, pois não estou a ver a ligação entre as sardinhas e o cimento (a não ser que sejam os "Peixes Construções S.A." ). De qualquer maneira, estou mesmo a imaginar os trolhas a irem para o trabalho com um cheirinho a bacalhau...

2 comentários:

Silva disse...

Na volta é mesmo um bacalhau. Pelo menos, olho para isso e até consigo cheirar o azeite.

Rui Vilela disse...

"peixarices"


who's online
eXTReMe Tracker
THE BOBs
Humor blogs
Top Blogs
BloGalaxia
Coches ES

MyFavatar