Comportar-se como um animal ao volante é tão português como o fado e o chibanço. Ter ministros a 200 km/h na A1 sem pagar multa, comprar um Audi em 2ª mão, meter um aileron Matias na oficina do bairro e testar o bólide na ponte Vasco da Gama é português. E dizer mal dos outros também. E viva o blogue :)



sábado, 13 de janeiro de 2007

Parquímetros? Chico-espertismo!



Esta imagem encontrei-a no blog do HomemPasmado e no flickr do salgadation, partilhada no grupo "Estaciono que nem um cepo". Não sei quem fotografou ou onde se situa, mas é daquelas imagens que falam mais do que mil posts. Esta imagem mostra claramente o que distingue o português ao volante dos restantes automobilistas, um je-ne-sais-quoi que gosto de descrever como uma engenharia de desenrascanço/chico-espertismo automobilístico.
Em primeiro lugar, o tuga ao volante odeia parquímetros, e faz tudo para não gastar as preciosas moedas que servem para o café da manhã ou para o tabaco. Vai disto, e tem uma fantástica ideia: no alcatrão tenho de pagar; na terra, já não pago (a relação de ódio que os tugas tem para com as suspensões dos seus carros é para abordar num post futuro). E daí nasce esta obra prima. É claro que os totós que precisam de estacionar o carro e que, pasme-se, até vão ao parquímetro buscar o talão, têm necessariamente que bloquear as máquinas destes chicos-espertos. O que se segue é fácil de antever: os chicos-espertos ficam indignados com quem bloqueia-lhes a saída e estraga-lhes o esquema perfeito. E já viram como a EMEL não pode fazer nada? Lindo!

2 comentários:

salgadation disse...

:-) É realmente incrivel! Não fui eu que tirei a foto. Enviaram-me, mas não sei quem foi o autor. Achei genial.

Anónimo disse...

pode não ser assim tão genial...esse estacionamento vale um auto no valor mínimo de 30 euros :)


who's online
eXTReMe Tracker
THE BOBs
Humor blogs
Top Blogs
BloGalaxia
Coches ES

MyFavatar