Comportar-se como um animal ao volante é tão português como o fado e o chibanço. Ter ministros a 200 km/h na A1 sem pagar multa, comprar um Audi em 2ª mão, meter um aileron Matias na oficina do bairro e testar o bólide na ponte Vasco da Gama é português. E dizer mal dos outros também. E viva o blogue :)



quinta-feira, 13 de dezembro de 2007

Epá, agora multam-nos de cuecas e tudo!



Retirado do blogue "Nós por Cá", da SIC.


Upa upa, alguém parece que os bófias andam a fazer horas-extra, e multam logo de manhã, antes do pequeno almoço! Ou então não, é apenas puro disparate e abuso de autoridade. Seja como for, este insólito é hilariante, e passa-se em Olhão, onde pelos vistos um agente da autoridade anda a multar os condutores de... cuecas!

Ok, mas vamos ser justos: a tipa é realmente parva todos os dias! Digo isto porque admite que, todos os dias, tem o péssimo hábito de andar a apitar de manhã, dentro do carro para chamar a mãe que se encontra no prédio!! Um hábito tão repugnante e português como a típica unhaca do dedo mindinho para retirar a cera mais profunda do tímpano das orelhas sebentas. É claro que o seu comodismo crónico a impediu de considerar que sair do carro e de tocar à campainha é uma boa alternativa; ou, para pessoas mais evoluídas e com um QI mais expedito, usar o telemóvel! Mas não, toda a malta da zona tem que aturar as suas buzinadelas matinais às 8 da manhã, a chamar a mãe! O miúdo daquela idade, claro, só imita o que os pais fazem. E assim é passado o civismo ao volante de geração para geração.

Bem, até aqui, já deu para ver que a tipa já se tinha enterrado bem, até que cometeu a enorme gaffe de dizer que não sabia que "era proibido apitar assim"... realmente, eu quase que jurava que o Código da Estrada Português dizia explicitamente que: "os sinais sonoros podem ser usados para: 1) alertar pessoas que se encontrem num raio de 100m, 2) em festividades tais como romarias, conquistas futebolísticas ou casamentos, e 3) como medida de retaliação perante as alarvidades cometidas por outros condutores. Nota: também para avisar a sua presença na proximidade de uma curva com fraca visibilidade, mas isso não é relevante". Pois bem, levou com uma multa por uso abusivo da buzina e vai com sorte, pois a estupidez neste país (infelizmente) ainda não paga multa.

Agora, multar a tipa de cuecas, a partir de sua casa? Isto é genial!! Meus amigos, é o Simplex da PSP/GNR em funcionamento! Com as alegrias da Internet, qualquer pessoa agora pode trabalhar em casa; porque é que os bófias hão-de ser diferentes? Lá porque não usam PCs, não quer dizer que não façam cumprir a lei no conforto da sua casa!! Basta ficarem de plantão na janela, de robe e chinelos, com um par de binóculos e um apito na boca. Assim que alguém atravessar a rua fora da passadeira, basta pegarem no megafone e gritar: "O senhor indivíduo de vestimenta debruada em verde escuro e de acessórios de índole ópticos, vulgarmente conhecidos por óculos, você acabou de transgredir as regras de travessia pedonal das vias de circulação, ao realizar a transposição entre margens da via de uma forma que atenta contra o Decreto Lei nº 34, parágrafo 5º, alínea d), de acordo com o Código da Estrada. A coima prevista para tal contra-ordenação será a partir de 30 euros. Considere-se autuado, e fique desde já notificado para levantar o auto da ocorrência, que será lavrado na minha residência pessoal e posteriormente reenviado para a sede da PSP da sua área de residência. Tenha um bom dia e faça o resto da sua caminhada pedonal com cuidado"*

*Para quem não percebe policiês, é mais ou menos assim: "Ó pssxxxt, tu aí de verde e caixa de óculos, tás multado por passares fora da passadeira. Vai largar 30 mocas à esquadra da PSP, ó caramelo".

Estou siderado... agora, não basta estar atento aos Subarus na A1 com dois gajos dentro, mas agora tenho de estar com atenção aos fulanos de cuecas nos edifícios! E ainda nos queixamos dos radares... Já agora, como é que se apanha uma gastro-entrite de origem nervosa ao ver um homem de cuecas? Isso não é nada abonatório do cabedal (ou ausência de) do agente da autoridade, mas mesmo nada... mas também, quem deve ter o azar de ver o José Castelo Branco de tanga tigrada, não deve ficar lá muito bem disposto...

21 comentários:

kravi disse...

Essa de ter sido o filho a buzinar não sei porquê mas soa-me a aldrabice...

Se foi realmente abuso de autoridade, "alguém" escreveu direito por linhas tortas! Não me interessa se estava de cuecas ou não.

Foi multada e muito bem! Quem me dera que em todos os prédios morassem agentes a quererem dormir às 8 da manhã. Acabavam-se logo as buzinadelas para chamar os amigos, ou para amavelmente chamar o senhor condutor que estacionou em segunda fila e agora me está a prender o carro.

E acabando-se as buzinadelas, era preciso chamar imediatamente o reboque dos senhores agentes. E chamando imeadiatamente o reboque dos senhores agentes acabavam-se os estacionamentos em segunda fila.

E pelo menos eu era muito mais feliz...

Belo blog este. É bom ver que há por aí mais gente que se irrita com a falta de consideração que enche as nossas estradas (e não só as estradas, infelizmente).

Jota disse...

Estava a ouvir e a não acreditar. O filho é que businou...? Primeiro o individo de cuecas foi ter com ela e depois estava à janela...?
A história está mesmo mal contada.
O grave da situação é que foi só uma multa de entre muitas que se deviam passar nestas circunstancias, pelo que há que dar graças por termos ainda agentes da autoridade que fazem cumprir a lei, estejam eles de serviço ou não.
Mais grave ainda. Uma história destas deve tempo de antena!!! A SIC realmente gosta do "popularucho"...
Por fim, e em ironia, gostava de que a senhora fosse novamente entrevistada para que viesse a publico o tipo de cuecas, lavradas ou lisas, grandes ou pequenas, se o agente tinha pantufas, chinelos ou estava descalso, de camisa, t-shirt, ou em tronco nú.
Há que apurara a verdade!

NHEKNHEK disse...

"ximpa e mai nada"
Que vá tocar para uma banda de musica!
Não me acredito que ele se tivesse chateado se fosse uma unica vez... Já devia ser habito da mulher tocar á buzina pela manha á porta do agente... o tipo passou-se e multou-a!O resto é conversa da treta!!

Jarod disse...

Tudo depende da forma como ela reclama o caso às autoridades competentes.

Para haver multa, teria que haver agente de autoridade na zona, de serviço. Como não houve, não pagaria.

Eu negaria até ao fim dos meus dias a existência das buzinadelas, porque NÃO HOUVE NENHUM AGENTE DE AUTORIDADE EM SERVIÇO que tivesse testemunhado.

Se o Sr que por acaso é agente de autoridade diz que presenciou, não tenho nada a ver com isso... estivesse de serviço para que o seu testemunho pudesse se tornar válida em termos de multa.

É do estilo:
polícia em tribunal diz: "Ah e tal mas eu vi ela a buzinar."
tribunal diz: "O sr. estava de serviço?"
Polícia: "não".
Tribunal: "arquive-se".

De certeza que a lei diz que um agente de autoridade não pode multar ninguém quando está fora de serviço. Se afinal é verdade... então há muitos que pura e simplesmente fecham os olhos a tudo.

Anónimo disse...

Esta é boa. Então o Jarod não conhece os estatutos das nossas forças de segurança? Nunca ouviu falar que estão sempre de serviço. Deveriam era todos fazerem como este fez. E naõ tenha medo que os juizes estaõ fartos de julgar, situações participadas por policias na situação deste e os infractores foram punidos.

NHEKNHEK disse...

A mulher podia ter sorte nos tribunais, com a quantidade de incompentes que la estao á julgar...
A policia prende alguem a cometer um crime em flagrante e nesse mesmo dia o criminoso é posto em liberdade pelos tribunais.
Não me admirava nada se o policia ainda tivesse de pagar uma indeminização por atentado ao pudor, pedofilia(menores presentes), e abuso de autoridade!

PAGA E NÂO BUFA!VÀ TOCAR PO "CARAGO"

Piston disse...

Esta gaja é uma besta. Merece ser gozada até ao último dia da vidinha dela.
Não só admite que não sabe o código da estrada, como se assume como uma flor de estufa.
Não toquem na menina que ela fica logo com uma depressão.

The Barman disse...

Boas....

lolol....de cuecas...lolol...atentado ao pudor....lolol....Multem os dois.

E depois fazem uma bela fogueira...e saltam os dois la para dentro.....que tal!!!

Esta multa não vai dar em nada,a não ser que a tininha a va pagar de livre vontade!

eu gosto de cogumelos disse...

infelizmente acho que o jarod tem razão, como o polícia não estava de serviço não pode passar a multa... mas uma besta destas realmente merecia uma grande coima.... e o senhor agente da autoridade tá mt bem, quem me dera tb poder sair à rua (mas com calças vestidas) e passar multas a certos imbecis que vejo a fazerem asneiras

Torre disse...

Aqui como o kravi diz é mesmo escrever certo por linhas tortas!

Desconheço se de facto um agente pode ou não multar estando fora de serviço, mas para gente idiota como esta mulher, para não dizer pior, foi muito bem aplicada a coima, aliás, foi pouco! Os sinais sonoros servem para o que servem, e não vejo elencado no artigo "chamar a mãe", ou coisa que o valha...

Não é preciso ser muito inteligente para usar um toque de telemóvel, ou ligar e recusar da outra parte, por exemplo!

Não, há que ser mesmo Neanderthal e fazer barulho, quanto mais, melhor! E depois, cheio de pudor, ainda se vir queixar à televisão!

Sinceramente, a SIC desceu na minha consideração (agora já para negativo) ao dar cobertura a situações como estas...

Dizer que não sabia que não se podia buzinar é dizer que se desconhece as regras de código da estrada e, por isso, não merecer ter licença de condução!

Pior que isto só aquela besta que aqui há dois anos, acerca da tragédia do Tsunami na Ásia, disse que ia para lá à mesma, porque muito embora tivessem havido "uns tsunamis e uma coisas" até era melhor assim, porque via tudo mais "ao natural"!

andre modesto disse...

Qual abuso de autoridade qual quê! não tem nada que buzinar.
O individuo nao estava de serviço mas acho que foi o mais correcto a fazer, o agente protegeu os interesses dele próprio e do resto das pessoas que querem descansar.

n disse...

Boas!

Não me posso alongar, estou de serviço :)

Começo por dar os parabéns ao P@V, essa figura imaginária que nunca ninguém viu nem se lhe sabe o nome, mas que é capaz de produzir textos fantásticos! (Vê lá, P@V, não te descaias com o nome, senão lá vêm os xunings todos atrás de ti!)

No entanto, passei por aqui apenas para dizer que sei, de fonte segura (no caso, um Tenente da GNR-BT) que não é necessário estar ao serviço nem fardado para autuar.

E, pessoalmente, acho muito bem que assim seja.

Não tentem convencer-me que uma infracção só é uma infracção quando há um polícia devidamente fardado por perto!

Já estou a imaginar o típico "tuga", todo lampeiro, a apresentar a impugnação da sua multa com argumentos do género "o agente de autoridade tinha o chapéu mal colocado, o que me impossilitou perceber que se tratava de um polícia e, como tal, não poderia autuar-me"
Ou algo parecido com "o agente de autoridade tinha o distintivo ligeiramente inclinado, pelo que presumi que não estaria de serviço e, como tal, não poderia autuar-me"...

Mas alguém aqui conhece mais algum país ocidental onde isto aconteça?

Deixemo-nos de histórias, infracção é sempre infracção, e como tal deve ser sempre punida!

Ainda por cima numa situação destas!

Coiso disse...

Gastro-entrite de origem nervosa? Ela está a falar a sério? Não está a gozar? Gastro-entrite de origem nervosa??

Paulo disse...

Primeiro: foi multada e muito bem. Period.

Segundo: o preocupante aqui é que num Estado de Direito é-se inocente até trânsito em julgado, e compete ao acusador fazer prova de culpa.

Neste caso em particular é a palavra do agente contra a palavra da condutora ... e a palavra do agente é que "vale", sem que haja prova de culpa para além das afirmações do agente. ISSO sim, é suficientemente preocupante...

"V"

Anónimo disse...

Mais uma saloia que foi (bem) lixada!! Que história mais mal contada!! Curioso que ao que parece, primeiro buzinou para chamar a mãe e depois foram a pé ao infantário!! Porque é que não tocou á campainha??

De qualquer forma, mesmo que a multa "de cuecas" e fora de serviço seja considerada ilegal, se o agente tivesse saido de casa e corresse atrás de um ladrão que acabara de roubar a mala a uma idosa, a questão já não se colocava, certo?!

Cyco disse...

O mais "fuckin ridiculous", é que ISTO, meus senhores, mereceu TEMPO DE ANTENA!!!! AHAHAHAHAHAHAHAHAH!!! É o fim da macacada... idiotas!!!

Alex Card disse...

Como já foi dito anteriormente, e se se informassem antes de falar, saberiam que é suposto um agente estar sempre de serviço independentemente de estar fardado ou não, e de estar em escala de serviço ou não, e que perante uma infracção ou actua ele mesmo ou chama um colega. É um pouco como no caso dos médicos ou enfermeiros que passem por um acidente em que ainda não tenha chegado assistência têm de parar para a prestar.
O problema neste país é que se se trabalha é porque se trabalha, se não se trabalha é porque não se trabalha.
No caso da polícia é se preso por ter cão e por não ter, não dá jeito que não trabalhem, mas por vezes quando o fazem também não dá jeito nenhum.
Decidam-se.

victor disse...

o SR Jarod disse: "É do estilo:
polícia em tribunal diz: "Ah e tal mas eu vi ela a buzinar."
tribunal diz: "O sr. estava de serviço?"
Polícia: "não".
Tribunal: "arquive-se"."...bem diz isto com tanta convicção que até parece verdade. Onde foi que viu isto? nalguma série de tv americana foi?
não seja mais ridiculo ainda que a senhorita da "gastro não sei o que dos nervos"

Torre disse...

"No caso da polícia é se preso por ter cão e por não ter, não dá jeito que não trabalhem, mas por vezes quando o fazem também não dá jeito nenhum.
Decidam-se."


Cara Alex Card, não deve ter lido os mesmos comentários nem a mesma posta de pescada cuja estou agora a comentar... Aqui, a esmagadora maioria DEFENDE precisamente a atitude do agente da autoridade em questão... A única coisa que se questionou (por ignorância, da minha parte) é se isso é ou não possível... Mas por mim, chamem este senhor polícia e que o Dr. Cavaco lhe espete uma medalha no mamilo, vai mais bem aviada do que a uns e outros que eu conheço...

Ana disse...

Concordo plenamente com esta multa, só lamento que para isto acontecer seja necessário ser presenciado por um agente policial.
Vivo numa zona afastada da cidade, onde apenas tenho um vizinho ao lado e infelizmente alguns amigos dele têm o péssimo hábito de buzinar várias vezes até que o homem apareça. Seja a que horas for é sempre incomodativo e irritante.Até que um dia me fartei com esta situação,por acaso até estava nua e fui à janela apenas com o lençol na frente e chamei á atenção a um senhor que já tinha buzinado 6 ou 7 vezes num curto espaço de tempo.Entretanto o meu vizinho que também tem carta de condução chegou e ainda me respondeu assim "o que é que foi? O homem está-me a chamar.O que é que tens a ver com isso?
Conclusão: tão estupido é um como é o outro.
A minha vontade era sair de casa e dar uma paulada na cabeça daqueles dois,isto porque não tenho um agente de autoridade, mesmo em cuecas que seja,a viver aqui perto para presenciar esta situação.
Este sr. agente, neste caso e na minha opinião,está de parabéns.
Talvez esta senhora agora tenho mais respeito pelas outras pessoas, que é algo também muito bom para ensinar aos filhos.

faces disse...

Pois foi muito bem multada a meu ver.
A tipa é parva que nem tudo.Porque é que não ligou à mãe ou simplesmente tocou á campaínha? Evitava esta situação que só a deixou mal vista.
Já agora a sic e outras estações de televisão,dão importância a coisas tão fúteis como esta, que até parece fofoca de vizinhas, mas enfim, assim vai a nossa televisão.
Deviam era dar notícias de quando os polícias efectuam um serviço de relevo à comunidade que acontece no seu dia-a-dia e já agora, porque não louvar estes homens e mulheres, em vez de denegrir a sua imagem, pois o serviço que desempenham é bastante difícil e nem sempre compreendido.
Bem Hajam agentes de autoridade.


who's online
eXTReMe Tracker
THE BOBs
Humor blogs
Top Blogs
BloGalaxia
Coches ES

MyFavatar