Comportar-se como um animal ao volante é tão português como o fado e o chibanço. Ter ministros a 200 km/h na A1 sem pagar multa, comprar um Audi em 2ª mão, meter um aileron Matias na oficina do bairro e testar o bólide na ponte Vasco da Gama é português. E dizer mal dos outros também. E viva o blogue :)



quinta-feira, 24 de abril de 2008

A posta do cromo. Literalmente!





Há muitas decorações nos carros que eu pura e simplesmente não percebo. Ponto. Há algumas que até se conseguem compreender, mediante uma óptica de historial de frustração sexual, crise cultural, lanucas de integração social ou de uma sede imensurável de se destacar do anonimato. Agora o fascínio pelo cromado é que não percebo.

O dono deste Ibiza certamente que não está satisfeito com a sua máquina. Cinzento prata, nem TDI é, um verdadeiro bocejo em termos de emancipação social. Colocar o tóclante TDI está fora de questão, pois este modelo é irritante ao colocar a menção à versão GLX de uma maneira difícil de disfarçar para os "tuners de logotipo". O que fazer então? Simples, cromar todas as bordas de todos os painéis metálicos do carro, a começar pelas ópticas! Simples, barato, e um ticket expresso para a alta roda de prestígio social.

É natural que chame de 'cromos' aos adeptos de tais ornamentos. Começa o dia por uma ida à drogaria mais próxima, e com um pequeno alicate, a pequena obra de arte é rápida e nada dolorosa (pelo menos, não para o autor). E acreditem, esta onda de colocar cromo no carro é mesmo viciante, pois pelo que vejo, os autores não se ficam por aqui. Não fui investigar, mas eu acredito piamente que as saídas de ar, os pedais, a alavanca do pisca e até o ponteiro de rotações já devem estar devidamente plastico-cromadinhos! Num dia de Sol intenso, o carro deve parecer uma autêntica bola de discoteca!

Será que o frigorífico do moço também está cromado? E o despertador? Os frisos das portas de casa? A gaiola dos periquitos? A tábua de passar a ferro? O fogão? São perguntas que ficam no ar, mas uma coisa é certa, parece que cromar carros é como comer Pringles: nunca se fica por uma apenas!

7 comentários:

andre modesto disse...

Essa moda pegou também nos fabricantes, que agora fazem as grelhas frontais sempre com um "cromadozito".
Até gosto de ver em alguns carros, (segmento C e superiores) uma tira ou duas cromadas, nos sítios certos.

NHEKNHEK disse...

Pode ser asqueroso mas tudo se resume a marcar a diferença... e se tu és cromo eu consigo ser ainda mais...
Quando os cromados ja forem regra dos azeiteiros vao começar a usar outras tretas ainda mais azeiteiras tipo fitas reflectoras e tocolantes merdosos!

Jota disse...

Lindo, maravilha, espectáculo!
...pena é que a barra do tejadilho não seja cromada. Em preto dá aspecto de Xunga... Cromado seria bué mais "lôco"!
e gosto tambem do depletor no limpa-vidros traseiro...
Nunca percebi a parvoice de um defletor na escova de trás, ...e este então!!!

Jota disse...

...desculpem o erro ortográfico.
Onde se lê "depletor" deverá ler-se
defector!

andre modesto disse...

defector ou deflector?

Jota disse...

Peço imensa desculpa...
Deflector.
Ontem, e apesar de nao ter tocado numa gota de alcool, ...não estava nos meus melhores dias!
Não é razão para desculpa mas... mais de 24 horas sem dormir é o que dá!

Torre disse...

Um defector é o que o dono deste carro deve ter mas na cabeça... E o que é isso de um defector!? É uma figura algures entre um aspersor e um defecador...


who's online
eXTReMe Tracker
THE BOBs
Humor blogs
Top Blogs
BloGalaxia
Coches ES

MyFavatar