Comportar-se como um animal ao volante é tão português como o fado e o chibanço. Ter ministros a 200 km/h na A1 sem pagar multa, comprar um Audi em 2ª mão, meter um aileron Matias na oficina do bairro e testar o bólide na ponte Vasco da Gama é português. E dizer mal dos outros também. E viva o blogue :)



sábado, 4 de agosto de 2007

Eis os meus dísticos favoritos!





Como dono de um carro a GPL, ou seja, um flatulentozinho, somos obrigados a exibir um belíssimo autocolante azulado que é normalmente colado no rabo do nosso carro. Faz lembrar as filosofias da Idade Média, pois quando os leprosos chegavam à cidade, tinham de agitar uma matraca para avisar as pessoas, que normalmente fugiam em pánico. Mais ou menos isso...

Mas este dístico, meus amigos, bem que eu gostaria de experimentar! Claro que não gostava de ser nem surdo nem mudo, mas as vantagens fabulosas que este dístico acarreta não fenomenais!!! Já repararam?! Em primeiro lugar, é um sinal que praticamente diz: "Se buzinas, és mesmo duplamente estúpido!", desencorajando qualquer iniciativa de road-rage. Lindo, um atestado de estupidez instantâneo. E começa-se logo em vantagem na batalha para a prioridade dourada.

Em segundo, para insultar um surdo-mudo, há que recorrer a... gestos! E aí nós, leigos na matéria mímica, só conhecemos o famoso manguito ou o médio estendido. Só! E estamos em pleno território surdo-mudo, ou seja, jogamos em casa dele. O resultado será provavelmente uma série de gestos bem obscenos da parte do surdo, que irão fazer corar mesmo quem não conhece a gramática gestual... ou seja, vamos levar um 15 a 0 do surdo-mudo, e vamos de rabinho entre as pernas para casa. E com uma buzinadela dele, para elevar a humilhação!!

Onde é se compra este dístico? Gostava de o usar uma vez! "Surdo-mudo por um dia" :)

9 comentários:

ambs disse...

Eu o que não sabia era que um Surdo/Mudo podia tirar a carta. Eu sei que o facto de ser proibido o uso de telemóvel é para uma pessoa não se distrair, e não tanto para não ouvir os ruidos do transito. Mas será que eu posso conduzir com os meus headphones a ouvir Queen a uns decibéis jeitosos?

VDIAS disse...

Não achei piada nenhuma a este teu post...

"gozar" com uma deficiência parece-me abusado demais...

Estrada Viva disse...

Ele não gozou com a deficiência, pelo contrário, apontou uma virtude, a de não ser incomodado por imbecis e anormais na estrada, podendo manter a calma e prosseguir como se nada fosse.

É que neste momento, os deficientes na estrada são as pessoas ditas de normais, o problema é que na maior parte das vezes, são essas mesmas pessoas os anormaizinhos...

Quem achas que conduz melhor? O surdo-mudo ou o condutor normal?

Eu aposto no surdo-mudo.

Português ao volante disse...

Estrada viva, não tiro nem coloco uma vírgula no que disseste. É que foi exactamente isso que quis transmitir.

Vá, vdias, relé a posta e vês que não gozei com ninguém por causa da sua deficiência, pois isso não tem piada. Tem e muita piada é gozar com quem se julga deficiente para andar a estacionar nos devidos lugares para o efeito.

Torre disse...

Tenho uma tia minha que é surda, não muda, e conduz... E olha que é uma boa vantagem ter o autocolante... O "se buzinas, és mesmo estúpido" é de ouro!!! :D

Vou dizer-lhe para comprar um!

Torre disse...

E sou sincero, não me senti também chocado com o conteúdo do post... Não se goza com a deficiência sem si, mas com a "deficiência" dos outros... É o chamado "o Rei vai nú!"

caditonuno disse...

ele nao gozou. disse apenas que gostava de ver as reacçoes das pessoas ao verem-no a empancar a estrada. o que é que essas pessoas lhe fariam, tao somente isso...

Ticha disse...

Olá!
Sou surda e já tirei uma carta. Gostava de ter esse símbolo. Gostava de saber onde comprar.
Obrigada.

Unknown disse...

Eu sou surdo e fartei-me de rir com o post! Deixem lá o homem gozar com a surdez em paz. :P


who's online
eXTReMe Tracker
THE BOBs
Humor blogs
Top Blogs
BloGalaxia
Coches ES

MyFavatar