Comportar-se como um animal ao volante é tão português como o fado e o chibanço. Ter ministros a 200 km/h na A1 sem pagar multa, comprar um Audi em 2ª mão, meter um aileron Matias na oficina do bairro e testar o bólide na ponte Vasco da Gama é português. E dizer mal dos outros também. E viva o blogue :)



quinta-feira, 15 de fevereiro de 2007

Mono? Pode seguir. Estéreo? Multa!



Iuhuuu, DGVzinha, posso conduzir assim? Posso?


A DGV soma e segue para o título de "Direcção mais Imbecil de Portugal". Eu já tinha ouvido qualquer coisa do género, mas hoje encontrei a prova: uma posta da própria DGV sobre telemóveis dotados de dois auriculares, que possui o seguinte texto hilariante:

Nos termos do art. 84º – Proibição de utilização de certos aparelhos – do Código da Estrada, é proibida a utilização de auscultadores sonoros e aparelhos radiotelefónicos, salvo se forem dotados de um auricular ou de microfone com sistema de alta voz, cuja utilização não implique manuseamento continuado. Deste modo, a utilização de telemóveis dotados de dois auriculares é
proibida, mesmo no caso de o condutor utilizar apenas um
.


Pois eu tenho um telemóvel que tem dois auriculares, e uso um deles para atender as chamadas enquanto conduzo. Desta forma, não me distraio enquanto conduzo, e funciona. E, reparem: deixar o outro auricular pendurado tem o mesmo efeito de auscultadores com um único auricular. Hã, de génio, não é?

É de génio, mas é proibido por uma lei imbecil. Mas continuarei a usar o auricular dessa forma, pois fico com o outro ouvido disponível para ouvir o trânsito, que deve ser a intenção inicial da lei. Devido a uma cambada de estrôncios que não deviam ter um cargo mais importante do que caixa de supermercados, sou um fora-da-lei. Um assassino da estrada. Um perigo para a via pública. Um prevaricador do nosso sistema democrático. Um rebelde, uma escória da nossa sociedade. Sou um... er... Ok, já chega de auto-flagelação.

Bem, estou mesmo a ver os fabricantes de telemóveis, numa reunião de altíssima urgência, a debater esta lei portuguesa inteligentíssima, e a mandar os seus engenheiros desenharem auriculares especiais, para que um deles possa ser retirado e colocado. Também podia gastar mais dinheirinho em (mais um) auscultador, só com um único auricular, para fazer a vontadinha a esses autistas. A DGV sempre a pensar na nossa segurança e bem-estar. Já agora, DGV, já que querem entrar na onda das aberrações, respondam-me ao seguinte:

- Posso usar o telemóvel colado à orelha por um elástico?
- Posso usar três auriculares? É que na lei só refere dois. Se colar um auricular extra, já estou legal? Meto outro no nariz, e já está.
- Se parassem de fumar charros, escreviam a lei tal e qual outra vez assim?

1 comentário:

lasanha disse...

Mas a solução é óbvia, chama-se tesoura! Eu tb tenho um auricular desses, vou já cortar um deles, o dilema é saber qual dos dois sacrificar... ;)

Abraço


who's online
eXTReMe Tracker
THE BOBs
Humor blogs
Top Blogs
BloGalaxia
Coches ES

MyFavatar