Comportar-se como um animal ao volante é tão português como o fado e o chibanço. Ter ministros a 200 km/h na A1 sem pagar multa, comprar um Audi em 2ª mão, meter um aileron Matias na oficina do bairro e testar o bólide na ponte Vasco da Gama é português. E dizer mal dos outros também. E viva o blogue :)



sexta-feira, 8 de agosto de 2008

Xuning Karaoke!








Viva malta. Apesar de já me encontar na terra dos bacalhaus, ainda tenho uma bela fila de aberrações para despachar das minhas máquinas fotográficas. Uma delas é este fabuloso exemplar vivo de "portuguesismo ao volante", na sua forma que eu mais aprecio: o xuning caseiro. E este Fiat Tempra deve ser dos que mais suscitam interesse, se por acaso houvessem concentrações de "xuning caseiro" em Portugal. Ora aí está um nicho de mercado virgem, por explorar.

Pode-se apreciar que a mania dos cromados ainda está bem viva no panorama português. uma vez que os arcos dos vidros, o rebordo em baixo do carro, a barra da mala e a grelha do motor foram pintados à trincha com uma pintura metalizada. Já os faróis, esses, possuem um autocolante prateado recortado à mão, para melhor dirigir os focos luminosos (esses italianos não percebem nada de estética de farolins!). Claro está que não podia faltar o autocolante do milhafre no meio do capô, como que a anunciar a pujança dos prováveis 76 cavalos do 1.4 deste exemplar.

Aprecie-se que o dono fez uma faixa amarela "racing" a toda a volta do carro, um feito artesanal mas até bem executado, com a ajuda de fita-cola e das latinhas de tinta Humbrol dos aeromodelos do miúdo. Pelos vistos ainda sobrou alguma tinta, pelo que o aileron escandalosamente subtraído a um Citroën AX qualquer, possui também uma reborda amarela a evidenciar a sua função sempre imprescindível de colar a traseira do carro ao chão, a velocidades abaixo de 50km/h. Ah, note-se que os retrovisores também sofreram o mesmo tratamento amarelóide, e os tambores dos travões também são amarelinhos, o que mostra algum planeamento cuidadoso da obra xuning (ou então, as latinhas amarelas estavam em promoção).

Gosto particularmente do autocolante "EuroTypeR" a adornar o tampão da gasolina, um 'R' a invocar o mito do TypeR da Honda e que, como decerto que concordam comigo, não destoa muito neste exemplar único de fina engenharia italiana e de design lusitano. A parte mais curiosa prende-se com o lettering "Karaoke" ao lado de um "Cuidado" no vidro traseiro. É de salutar que o dono avise os demais traseuntes para se precaverem das cantorias realizadas nesta "Discodance" móvel, pois provavelmente o nível de cantorias no carro deve ser de Quim Bareiros para baixo, o que pode ferir alguns condutores mais sensíveis.

O que é que motiva as pessoas a andarem em carros destes?!

3 comentários:

Arnold Layne disse...

What thá fck?
Que aberração!
É a crise, começa a escassear o guito para comprar os acessórios na Norauto no Intermarché ou no Lidl e parte-se logo para a bricolage com os materiais do Aki que serviram para arranjar o quarto do puto!
Resultado final dá nisto: Uma especie de viveiro para periquitos com rodas.

Jota disse...

Boas tardes
Arnold Layne, ...maravilhoso comentário sobre o carro! "Viveiro para Piriquitos"!!!
No entanto há que realçar uma situação:
É uma carrinha a GPL
...desgraça!!!
No Xuning já passaram de moda os motores preparados para mais potencia, para mais barulho, para faiscas a sair dos tubos de escape! Agora os azeiteiros são mais ecológicos.
Usam GPL.
...E vamos lá ver se daqui a uns anos não vão passar para o electrico.
Aí sim..., era um desafio!!!

X-Filer disse...

Sempre disse e continuo a dizer: o mau gosto não tem limite! Para compor o ramalhete, só faltava mesmo as luzes de trás pintadas de preto e tal...

Quanto ao amarelo, eu tenho outra explicação: o bólide ainda está em fase de término. As latinhas amarelas acabaram-se na MaxMat e ele ainda não pintou o resto do carro nessa bela cor! Se calhar, vai mas é cobrir a carroçaria toda de fita amarela...


who's online
eXTReMe Tracker
THE BOBs
Humor blogs
Top Blogs
BloGalaxia
Coches ES

MyFavatar