Comportar-se como um animal ao volante é tão português como o fado e o chibanço. Ter ministros a 200 km/h na A1 sem pagar multa, comprar um Audi em 2ª mão, meter um aileron Matias na oficina do bairro e testar o bólide na ponte Vasco da Gama é português. E dizer mal dos outros também. E viva o blogue :)



terça-feira, 12 de agosto de 2008

Uma pata a acelerar, outra pata de fora.





Da minha fila imensa de imagens de situações rocambolescas que presenciei nas estradas portuguesas, esta é sem dúvida das minhas favoritas. Apanhei este verdadeiro artista de circo a subir a VCI há uma semana atrás, antes de partir para outras terras mais gélidas do Norte.

Sim, é mesmo isso que estão a ver: o artista em questão está a arejar os fungos do seu pé esquerdo, ao mesmo tempo que conduz a sua pobre montada pela VCI acima. O aspecto dele não enganava e tinha todos os sinais típicos de um basofe-wannabe, com mais alguns compinchas no carro para comprovar as proezas ao volante e gozar de um certo estatuto gerado por tamanhas parvoíces que aquela idade apregoa.

Agora é que me ocorre: não existe nenhuma lei que obrigue o condutor a ter os dois pés perto dos pedais, pois não? Se for a ver, também não há leis que impeçam um condutor de conduzir com os pés; pelos vistos, e confirmando com a triste figurinha que este verdadeiro palhaço ao volante estava a fazer, parece que é preciso alterar o Código da Estrada e legistar correctamente as posições proibidas dos nossos membros enquanto se conduz um carro.

É Portugal, o que se há-de fazer? Ainda ontem, em conversa com um nativo aqui do país de onde me encontro, voltou a confirmar a aplicação de uma das regras mais fabulosas de todos os tempos: aqui, o limite de alcoolemia no sangue enquanto se conduz é 0.0 g/L. Ou seja, bebes uma gotinha que seja, e vais visitar a prisão por 2 semanas. Sem tribunais, sem cunhas, sem nada -- direito para a choça, e aprendes logo. Em Portugal, se esta lei entrasse en vigor, acho que teríamos de sub-alugar prisões aos países vizinhos.

12 comentários:

Jedi Master Atomic disse...

Acho que se esse carro tiver mudanças automaticas ele até tem desculpa....LOLOLOLOL

Piston disse...

Acho que há alguma coisa no código que diz que só se pode tirar a mão do volante para meter uma mudança. Quanto aos pés não sei, mas se for necessário arejar para manter a toxicidade do ambiente dentro de níveis aceitáveis...

nheknhek disse...

aquilo é que é libertar co2 para a atmosfera em forma de xulé!

Showbiz disse...

Já vi várias pessoas com os pés de fora mas sempre do lado do pendura... nunca quem ia a conduzir! Grande cromo que passeava na VCI. Btw, parabéns pelo blog. =D

Jota disse...

boa noite.
A imagem está pouco nitida e não dá para ver com clareza de é uma pata anterior ou uma posterior!!!
Acabo por dar razão a este governo...
Os carros são um luxo!
Desde quando é que no tempo dos nossos Avós se viam cavalgaduras e demais quadrupedes com um volante nas mãos!?
Agora falando sério...
...
...
...eu tendo mas não me sai nada!

Ao olhar para esta foto fico sem palavras!!!
É absolutamente incrivel como alguns de nós que andam na estrada conduzem mal!

matrafisco disse...

Curioso... vi um tipo fazer exactamente o mesmo na A25 perto de Tondela (num carro diferente).

Será que vai virar moda?

SAM disse...

Eu queria ve-lo a travar de emergência!!!
Só uma coisa... na VCI tem camarâs de viligancia de velocidade, será que de desrespeito completo também passam multas?

Enfim...

Wonder disse...

Vá la minha gente um bocado de compreensão, de certeza que estava um calor infernal, e como aquele pé só servia para a embraiagem, pôs o pé de fora para poupar os amigos do cheiro do chulé, quem paga, tal como diz o nheknhek, é a camada de ozono e o ambiente.

Benditos condutores portugueses que são amigos dos seus amigos e uns ases do volante...

Torre disse...

Porra... O pé (de gesso, btw!) tem que vir de trás, de outra pessoa, ou então o gajo é faquir!

Por outro lado... Se vier de trás, o gajo que lá está tem que ser jogador de basket! :P

McBrain disse...

Conheço um amiga de uma amiga que ia assim com os pés de fora no lugar do pendura. O namorado teve que travar de emergência, e graças à bela posição em que se encontrava.... ficou paraplégica...

É bom, não é? :-|

X-Filer disse...

Pelos vistos o gajo nunca viu o Death Proof. Acho que desistia logo de fazer essas alarvidades!
Já com os dois pés e as duas mãos há muita alimária que não sabe conduzir (como o nosso "amiguinho" Condutor do C*ralho), quanto mais só com um pé (e possívelmente uma mão...)?! Bom, seja como for, há algo qu ambos os casos têm em comum: conduz-se sem cérebro!

OPlanetaBizarro disse...

contribuindo pro aquecimento global, nesse vudo que ele deve solta com essa pata de fora...


who's online
eXTReMe Tracker
THE BOBs
Humor blogs
Top Blogs
BloGalaxia
Coches ES

MyFavatar